Vídeo da UFSB publicado em junho vale para turma do ENEM 2014

Publicação original no site oficial de Santa Cruz Cabrália em 24/11/2014:

Vídeo da UFSB publicado em junho vale para turma do ENEM 2014

O reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida, publicou mensagem aos primeiros estudantes da instituição em junho, mas o assunto vale novamente agora, depois do ENEM 2014 (veja diretamente no https://www.youtube.com/watch?v=uq5fVmQeExU&feature=share ou na seção de vídeos deste portal).
Ele fala das grandes diferenças entre a inovadora UFSB e outras universidades, especialmente quanto ao envolvimento dos estudantes e de toda a coletividade no processo educacional que está em implantação em todo o Sul da Bahia, por meio dos campus de Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Itabuna; e dos Colégios Universitários (Cuni) espalhados por diversas cidades, como Cabrália.

A inovação começa na forma de ingresso dos estudantes na Universidade. O ingresso se dá por meio dos bacharelados interdisciplinares e da área básica de ingresso nas licenciaturas interdisciplinares. No período inicial, de 1 ano, os estudantes têm oportunidades para uma escolha consciente do caminho a ser seguido a partir do 2º ciclo, que começa no 2º ano de estudos, podendo as licenciaturas convergirem com os bacharelados.

Já no 1º ano (1º ciclo), o aluno começa participando de grupos de pesquisas, buscando soluções e compartilhando conhecimentos com a comunidade em que vive.

De acordo com o que disse o reitor em outras oportunidades, todos os professores da UFSB têm doutorado, têm o compromisso contratual de se dedicarem exclusivamente à universidade e o compromisso de anualmente publicarem produtos científicos em revistas especializadas, o que leva professores e alunos a formarem grupos para produção científica, que normalmente inclui muito trabalho de campo com envolvimento dos mais diversos segmentos da sociedade.

Naomar explica que o bacharelado interdisciplinar é um curso de grande área, onde o aluno escolhe, por exemplo, entrar nas artes, nas humanidades, nas ciências, na saúde; e um ano depois desta escolha de grande área, deve fazer a segunda escolha, dentro da respectiva área, para o curso específico que quiser seguir, como música, medicina, computação e engenharias.

Ele informa que os modelos de ensino e de aprendizagens também são muito diferentes de outras instituições. A UFSB valoriza os projetos, os problemas e as competências. “Aprender também é ensinar, construindo os conhecimentos com base na solidariedade, no compartilhamento, e principalmente, no acesso ao mundo de informações que está à disposição de todos. Precisamos, em conjunto, montar as formas de aumentar nossa capacidade de obter e filtrar as informações, avaliando suas validades, sentidos e importâncias sociais e políticas”, diz o reitor.
Segundo Naomar, o aprendizado sempre deve se dar em base coletiva, “buscando o trabalho em grupo, o compartilhamento de benefícios, de responsabilidades e sustentabilidade”.

Anúncios